Filhote chorando à noite: o que fazer?

Você adotou um cãozinho e o levou para casa todo feliz, mas chega a noite e ele começa a chorar. A boa notícia é que você não é o único a passar por isso. A chegada de um filhote é como a chegada de um bebê e é preciso se adaptar para recebê-los. Antes de se desesperar, entenda os motivos do filhote chorando à noite e como agir nessa situação, que é perfeitamente contornável.

O que causa o choro do filhote à noite?

Até pouco tempo, o filhote estava ao lado da mãe e dos irmãos e um belo dia ele acorda em outro lugar totalmente diferente, com novos cheiros e seres de outra espécie. Qual o resultado disso? Sim, o choro! Afinal ele sente falta da família.

Isso ocorre muitas vezes porque, em alguns casos, o pet é afastado da mãe e dos irmãos antes do tempo indicado. O ideal é que a separação aconteça apenas depois de 7 semanas de vida, quando o desmame pode ser realizado e a própria cadela estimula a separação de suas crias para que elas sejam mais independentes.

Ainda assim, essa separação do filhote não deve ser repentina, mas por etapas: primeiro se afasta da mãe, depois dos irmãos e só por último pode ser levado para longe, mas sempre em ambientes quentinhos e aconchegantes para que não se sinta sozinho.

“Mas e se eu adotei e não sei quanto tempo tem meu filhote?”. Nestes casos, o cuidado deve ser ainda maior. Sem saber quando o pet foi separado da mãe e dos irmãos – ou até o que ele pode ter passado antes de ser adotado -, o choro provavelmente será mais duradouro e a adaptação será mais demorada.

Crie um ambiente ainda mais tranquilo para seu cãozinho, com uma cama aconchegante e bem quentinha, para que ele sinta como se a mãe ainda estivesse por perto.

Agora se tudo foi feito dentro do período indicado e a separação não foi traumática, o que explica o choro do filhote à noite? Muitas vezes, ele está se sentindo solitário e quer companhia, ou está com frio, por conta do ambiente.

O choro pode indicar uma dificuldade para se alimentar ou tédio em razão da energia acumulada durante o dia. Há também a possibilidade de ser um sinal de febre ou dor. Não descarte a hipótese de que ele apenas quer chamar atenção para receber o carinho do tutor.

Como agir com seu filhote chorando à noite?

Você não irá escapar do choro do filhote nos primeiros dias, por isso é importante ter atenção aos sinais e saber o que fazer para tornar esses episódios mais raros. Confira algumas dicas simples:

  1. Quentinho e protegido

Lembra que um dos motivos para o choro pode ser o frio? Assim, no início, não deixe seu filhote em locais como a cozinha e a área de serviço, nem em espaços abertos com circulação de ar, como varandas e terraços. Coloque-o em um ambiente coberto, quentinho e sem umidade.

Se você quer que ele durma no seu quarto, posicione a cama dele num cantinho em que ele se sinta confortável e protegido. E se tiver muito frio, uma mantinha cai bem. Mas se você não quiser que ele durma na sua cama, não o coloque lá toda vez que ele começar a chorar, pois ele vai se acostumar e depois será muito difícil fazê-lo voltar para a própria cama.

  1. Seu cheirinho

Neste processo de adaptação, o cãozinho passa a reconhecer o tutor como parte do seu grupo e se sente mais seguro e tranquilo ao seu lado.

Uma forma de ter você sempre por perto é por meio de um objeto com seu cheiro: uma mantinha, uma peça velha de roupa que você não usa mais. Deixe no local onde o filhote dorme para que ele possa, inclusive, se enrolar nela.

  1. Ração adequada

Além de deixá-lo quentinho e protegido, é preciso também prestar atenção à alimentação do pet. E isso significa dar a ele a ração adequada à fase em que está.

Assim como os bebês, os filhotes não possuem a dentição completamente formada, assim, as rações específicas para filhotes possuem grãos que facilitam a mastigação. É a garantia de que ele irá se alimentar bem. Sem comer direito, ele vai ficar com fome. E estômago vazio provoca o quê? Choro, muito choro.

  1. Cão que cansa de dia dorme à noite

Uma maneira de fazer o filhote dormir a noite inteira é deixá-lo bem cansado durante o dia, afinal, como vimos, uma das razões para o choro pode ser o tédio e o acúmulo de energia. Evite que ele tire muitos cochilos durante o dia e saia para passear com ele.

Brinque bastante, corra, mostre vários brinquedos. Confira algumas ideias de brincadeiras para filhotes de cachorros e divirtam-se! 

Essa é também uma maneira de reforçar seus laços com ele e ajudá-lo a se desenvolver adequadamente. Não basta fazê-lo parar de chorar, é preciso também fazê-lo sorrir.

  1. Sem mimos

A sua resposta ao choro do filhote é muito importante. Se cada vez que ele começa a chorar, você sai correndo, pega no colo e dá carinho, sabe o que vai acontecer? Ele vai relacionar esses momentos a algo positivo e passará a repeti-los com frequência, sempre que quiser que você se aproxime dele. Lembre-se: cães aprendem, principalmente, por meio de associação e recompensa!

O filhote começou a chorar? Verifique se ele está doente ou se tem algo motivando o choro. Caso não se trate de nada disso, segure o impulso de atender aos chamados e deixe chorar (ainda que com dor no coração). Isso vai fazer com que ele se acostume a ficar sozinho e crie independência. 

Já está mais tranquilo para lidar com o filhote chorando à noite? Com menos preocupação, tenha certeza que você estará pronto para ter muitos momentos felizes nessa fase tão especial. Mas atenção: caso o choro persista e o som emitido fique cada vez mais agudo, leve-o a um veterinário

O acompanhamento médico é indispensável para identificar doenças ou outros problemas físicos. 

Deixe uma resposta